quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Falando do Cap.22 de #EOCEOI...

Devo confessar que o capítulo 22 de "Entre o Céu e o Inferno" é simplesmente de perder o fôlego! Enfim, muita adrenalina dentro de um galpão abandonado, a mercê de "Juan From Hell". Abaixo, segue dois quotes - o primeiro à lá inferno/Juan e o segundo à lá céu/Max -  ao som de Arctic Monkeys, que é a canção inspiração do capítulo. Confiram:


***
Eu sabia exatamente o que ele pretendia. Desejava sorver com prazer, todo nosso sofrimento com tal ato tortuoso e perverso. Era como se ele planejasse aquele show de horrores por um longo tempo, para uma plateia seleta – que se chamava Max. De fato, eu me sentia mais aliviada em saber que seria eu a vítima daquele espetáculo de horror, e não aquele a quem eu tanto amava. Já sentindo sua respiração ofegante sobre meu rosto, ouvi: - A brincadeira vai começar vagabunda!

***
Ainda dispersa e confusa, notei que Max estava com os olhos mais arregalados do que nunca, entorpecido em sua euforia, prestes a também entrar em profunda apatia, assim como eu, momentos atrás – e meu pânico  veio à tona. Desesperadamente implorei, ainda em pensamento, para o cara lá de cima – aquele do qual era cética – fazer com que meu céu não presenciasse todo aquele horror. Mas de nada adiantou implorar, pois ao que os meus olhos e os de Max se cruzaram... Meu coração dilacerou-se.


(Cap. 22 - De Frente com o Inferno)
"Todos os visitantes agitaram e lançaram os braços
à sombra de um poço de serpentes na parede."

Um comentário:

  1. Poxa eu quero muito muito muito ler esse livrro estou morrendo de curiosidade...

    ResponderExcluir