quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Epílogo - EOCEOI!

Tempos atrás, eu havia apresentado o epílogo de 'Entre o Céu e o Inferno' do qual fui presenteada, porém, devido alguns percalços (que prefiro não mais citar), resolvi tirá-lo do enredo! Agora, apresento-lhes o novo epílogo de #EOCEOI, com minha autoria e que leva o nome da obra. Confiram abaixo:

EPÍLOGO 
Poema: Entre o Céu e o Inferno
(por Simone Pesci)
Foto

Do céu sorvi a ventura;
Do inferno, o esquecimento;
Voei planícies distantes;
Ansiando comprometimento...

 Do inferno tive a brasa ardente;
E a insanidade que maltrata;
Do céu tive o amor resplandecente;
Da lucidez que retrata;

Do fogo conheci a dor;
Da água, o amor;
Abaixo o beijo da morte;
Que por pouco não me levou;

Do amor tenho o céu;
Que assim, me curou;
Do ódio, o inferno;
Que infindavelmente, será meu pavor;

Céu, Inferno [...] Paraíso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário